Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2017
De mais nada me lembro. Quase não há razão.
In-com-ple-to!
De mais nada e por mais nada o sol voltou a não sair. Preferiu dormir, mas dormir não significa estar morto.
De mais nada ao nada o silêncio fez sentido. Do nada ao mais longe nada a esposa continua esperando o marido.
De mais nada em lembro. O tombo da criança, tentando correr e alcançar o que só ela viu. Olhar para o nada e ser vista como uma louca criança.
De mais nada vale o julgamento, pois criança não liga pra isso.
De mais nada muito importa, porque criança não vive o dia, pensando que um dia vai morrer. Ela só vive o tal dia, sem esperar muita coisa.
De mais nada importa, porque criança não é levada a sério. Seriedade mesmo, só os adultos têm. Sim... os mais MEDROSOS, EGOÍSTAS, PREGUIÇOSOS, MENTIROSOS, PREPOTENTES E ENGANADOS SERES.
De nada mais importa, porque enquanto você, ADULTO tá preocupado com aparências e em ser mais coerente do que a linha do horizonte, a criança, aquela que ninguém nota, continua apenas send…