Devo eu ao fim chegar e mais uma vez a fala na poesia indagar:






-Maldito pensar, causador do confuso pensar. Por que deveria eu tentar não ter-te em minhas ações?






Por que deveria eu, em vão tentar não te amar?


Pois, afinal, pra quê pensar tanto? Pensas em mim quando pensas?






Era só isso que eu queria indagar!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria