É melhor parar... respirar e pensar.
A estática também inspira, e é preciso parar um pouco... só um pouco.
Respirar ofegantemente ou calmamente, porém é preciso respirar. Pois, respirar em meio ao duro caminho pode salvar a própria caminhada.
Pensar e pensar muito, contudo não com medo, mas sim com cautela. Pensar no dia, na noite e na donzela que encanta o sol e namora com a lua.
A donzela passa e faz o tempo parar. Se até o tempo pode parar, então por que não parar?
Faz o coração acelerar e quase explodir. Então, respiremos com a intensidade desejada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria