Porque em ti a vida é um corcel livre,
que passa pelos campos virgens
e alucina o coração dos senhores.

Então, diga:
- Há beleza maior que o som do seu olhar rumo ao infinito?
Quão grande é sua presença.
Suas pegadas na areia,
marcam com impetuosidade meu coração.

Não há limites.
Não há medo.
Não há castigo.
Somente há vida.

O caminho de ida,
o ponto de partida e a dúvida percebida.
O mar em contemplação pela sua maior riqueza,

que o amor contido em uma cantiga.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria