INSPIRAS...

Com o olhar rumo ao horizonte
O falar que quebra o silêncio
O deitar linear na mata virgem
Com andar sutil, o piscar sem direção
e o sorrir angelical.

INSPIRAS...

E por toda a inspiração o verso do poeta é grato.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria