Voltar a amar

Sentirei a vida, quando vida tiver de sentir.
Sentarei em paz, quando em paz tiver de sentar.
Pedirei paixão, quando um dia tiver de pedir.
Serei o céu, quando um dia tiver de inventar.
Sorrirei para ela, quando um dia tiver de sorrir.
Plantarei amor, quando um dia quiser voltar a amar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria