Foi pensando....

      Um dia um grande terremoto sacudiu a morte. Desse abalo, milhares de fragmentos, pedacinhos, pequenos fragmentos foram lançados para longe.
Fragmentos de vida!
      O que dizer, então?
Se alguém que se ama muito conseguir agrupar todos esses pedaços, terá conseguido entender a tão estranha vida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria