Quando a noite chegar e o canto dos pardais for trocado pelos gritos escuros do silêncio noturno.
E a sensação de que nunca mais haverá dia, tomar conta de ti. 
Se as nuvens perderem o significado de ternura, se transformando em simples fumaça.
Quando tudo isso refletir em ti pavor, lembre-se:

A noite também é parte do dia, e este, assim como os pardais precisa descansar.
E as nuvens, com ou sem ternura; parecendo ou não fumaça, são favos de imaginação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria