Orla...

Foto




Bendita orla que direciona meus versos.
Que de ti nunca cesse de vir toda essa
inspiração.

Foi na Orla...

O mato alto que dança com o vento da bahia ,
as folhagens que se mexem fazendo nascer
a bela poesia.
O singelo nascer e pôr do sol ,
o ir e vir dos barcos ,
que parecem de papel.

Luzes como ideias ,metáforas como luzes.
Sintonia perfeita entre o olhar e a paisagem.
Ali , dúvidas são esfinges e sinceridade...paradigmas.
Canto dos pássaros , asas que incendeiam , mas não incineram a essência.
A tortuosa vontade de querer sempre mais.

Foi na Orla....

Orla bendita , que com os céus interage , 
e sobre a terra lúcida faz com as palavras um doce contraste. 
Serás sempre a Orla.
A Orla da poesia , do eu te amo , do luto pela destruição. 
Pensamentos livres da sequidão , pois até os que andam segundo as trevas ,
ali recebem a cura pro coração.

 Foto


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria