Tu


Alegro-me com a formosura simples 
que teus lábios possuem. 
Um canto intenso é o que eles produzem 
quando se movem em minha direção.
Meus olhares flamejados aprisionam todo 
esse efeito e dançam unicamente 
com a tal melodia. 

O som se propaga em meu interior e o 
poeta que em mim descansa se revira , 
dando forma ao seu sonho.
Teus olhares mansos , insubordinados ,
poéticos e livres dão ênfase ao mistério 
que há em um encontro inopinado e marcante. 
Dão sentido ao mistério da vida e o duro 
momento da morte. Vida trazes em si , 
no olhar e nos lábios. 
Donzela feita para amar e 
ensurdecer o amor.

Um simples toque faz renascer o perfume suave 
e a essência que se exala na noite.
Em prantos meu coração esteve , ao ponto 
de agonizar  a cada batida. Se um vento 
te trouxe , que continue soprando em minha áurea. 
Se foi a chuva , que continue 
transbordando os sedentos. 
Mas , se foi o sol , que continue radiante , 
queimando toda forma de solidão e fazendo 
arder um corpo em chamas pela paixão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria