Ah..

Com certeza , ninguém sabe do seu próprio futuro  , nem pode desfazer atitudes realizadas. Com certeza , não dá para medir a felicidade que se procura em meio ao breu constante da atmosfera pecaminosa e cheia de enganos ,  chamada de vida. Entretanto , quando a mesma é encontrada , um caloroso brinde é feito , mesmo que sozinho.

Hoje , eu brindo a você , que com toda sutileza , carisma , sensibilidade e sinceridade , tem me trazido a felicidade , sem cobrar nada em troca. Mesmo sem cobrar nada  , te digo , afirmo e repito....A minha felicidade só existe , se a origem dela também estiver assim. Um p a s s o  de cada vez , em direção ao que queremos e temos como desejo.



Ah , se os raios do sol

fossem tão vibrantes quanto o

seu sorriso  , com certeza o mundo

estaria extinto , pois não há como mensurá-lo.

E se o céu tivesse como moradoras ,

estrelas tão brilhantes como o seu olhar.

Na certa , não haveria espaço , pois é impossível

contê-lo.

E se o ruído de um trovão fosse

tão penetrante quanto a sua voz. Com certeza ,

o medo e os temores ficariam surdos.

Os grãos de areia branca são tão infinitos

quanto os desejos que estão sem sua mente , e a

felicidade que faz cada passo se eternizar

é , mais doce que o mel.

O vento que lentamente move os seus

cabelos , mostra que não é preciso que haja

sobre sua cabeça uma auréola , pois sua

presença angelical me leva aos céus , e contigo

eu vou subindo....subindo....subindo!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria