Na última vez


  Na última vez que estive em sua presença , somente a observei. Cada piscar era como um ´´flash`` , que armazenava as imagens em minha memória. Ela estava realmente linda. Usava um vestido branco , com as bordas pretas e sapatos também pretos , com um discreto salto. Sua pele branca combinava com o laço que prendia seus cabelos castanhos. Seus olhos estavam discretamente charmosos , com piscadas duvidosas. Tomei cuidado para não me perder neles. Seus lábios pareciam suaves ondas e a coloração era como o céu de um fim de tarde de outono. Tive muita coragem para pensar nela , querer desejá-la e até encontrá-la , porém não tive coragem alguma de falar com ela. Estava travado , sem ar , com as pernas  trêmulas  e temeroso quanto ao que estava vendo. Estático fiquei perante ela. Da mesma forma sues lábios também ficaram mudos. O leve vento dos carros que passavam era o som mais vibrante entre nós. O tempo passou e nenhuma palavra foi dita. Na última vez que estive em sua presença , nada pude fazer , senão ser refém do meu próprio querer e da dama do meu coração.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria