Quando voas sabiá



Como é bom ver e lembrar  ,
quando voas sabiá. Perto de
ti , os maus viram bons ,
aqui , ali e em qualquer lugar.
Como é bom vê-lo gorjear , pois
suave é o tom que sugere o
dom de sempre poder amar.

Quando voas sabiá daqui
para lá , quem te vê não
só se encanta , mas também
quer voar. O voo sábio do
sabiá , para sempre nas
memórias há de ficar.
Quando voas sabiá  , tendes
a todos contagiar. Foi assim há 
muito tempo com o jovem Ícaro.
Ao te ver , pensou em ser, e
aos céus livre penetrar.
Voou , voou...caiu de lá ,
pois só você é sabiá.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria