Vermelho



22 º dia....


Quero vê-la andando livre ,
nos passos da melodia rupestre
que sai de sua áurea.
Foges linda para o campo , onde
poderás criar seu rumo , fantasias
e descendência.

Quentes são teus lábios , mornos
e penetrantes seus olhares. Enche-me
de seu vinho , quando sacolejares
com suavidade suas vestes. Da seda cor
de sangue que nutre seu corpo , me
sacias e o traço  sublime de seu
ventre me esquadrinha.

Quero ver a marca de seus pés e
sentir o cheiro de seu rastro, quando
a primavera te levar ao paraíso. Lá que
vives , lá que te vejo. Tua sombra por
mim passou , um belo beijo me educou
e seu vestido vermelho o ar pintou.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria