Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2011

Amores de uma tarde

Eu brinquei com as palavras naquela tarde , enquanto o João tocava a sua viola. Ele, caipira orgulhoso da vida que levara até ali. Eu , homem medroso , sincero ao extremo e com orgulho ferido por amar erradamente.
Eu amei loucamente....ele tocou por isso. Mas , e o tu? Ele existe? Caipira misterioso , com esperteza no olhar e prosear abundante em comoção. Cantava sem parar, com a voz rouca pelo fumo de palha:- Aonde andas meu amor.... Eu dizia: - Num mar de sonhos perdidos e amores infinitos. Nós amamos aquele momento...momento Inédito e alegre..arretado diria mais ainda.
Fui ficando mais a vontade , me soltando com o embalo do arpejo do mulato sorrateiro e desprendido. Som de primeira , que falava ao coração ....bater o pé, recordação. Dizia sempre em leve tom: Amei Maria ,do Lampião.
Vós que fostes de bem , amor e paz. João cantava e tocava... A voz parou...olhou aflito. Quero mais..não pare ainda. Desceu nas cordas....todos ouviram. Um som seco delicado , modesto e aliviado. Eu quero mais , quero achar …

Amores de uma tarde

Eu brinquei com as palavras naquela tarde , enquanto o João tocava a sua viola. Ele, caipira orgulhoso da vida que levara até ali. Eu , homem medroso , sincero ao extremo e com orgulho ferido por amar erradamente.
Eu amei loucamente....ele tocou por isso. Mas , e o tu? Ele existe? Caipira misterioso , com esperteza no olhar e prosear abundante em comoção. Cantava sem parar, com a voz rouca pelo fumo de palha:- Aonde andas meu amor.... Eu dizia: - Num mar de sonhos perdidos e amores infinitos. Nós amamos aquele momento...momento Inédito e alegre..arretado diria mais ainda.
Fui ficando mais a vontade , me soltando com o embalo do arpejo do mulato sorrateiro e desprendido. Som de primeira , que falava ao coração ....bater o pé, recordação. Dizia sempre em leve tom: Amei Maria ,do Lampião.
Vós que fostes de bem , amor e paz. João cantava e tocava... A voz parou...olhou aflito. Quero mais..não pare ainda. Desceu nas cordas....todos ouviram. Um som seco delicado , modesto e aliviado. Eu quero mais , quero achar …

Parabéns!

Bem , hoje meu blog completa um aninho de vida , mas posso dizer que ganhou muita maturidade. Nesse uma ano que me dá muita alegria em falar , pude compartilhar frases , versos e estrofes que virarão lenda no próximo milênio...espero eu.
Foram 12 meses vivendo sob uma febre diária e apaixonante , que me dava cada vez mais honra e respeito por mim mesmo, porque escrever é minha loucura , meu encanto maior e foi o que Deus reservou para mim.
Por horas ficava preso a ele e imaginava com muita sensibilidade meus leitores  , amados e respeitados leitores , que me davam muita força para nunca parar. Eu , como muitos ,tenho um sonho enorme , de escrever um livro...romance..coletânea de poesias ,não sei ao certo. Só posso dizer , que dou passos todos os dias para alcançar esse objetico tão importante para mim.
Agradeço a todos vocês que leram minhas insspirações ,criticaram e aplaudiram , pois me ajudaram a crescer e respeitar a mim mesmo.

Grande abraço,
                          Júnior Borso…