A maior volta

O mundo deu a maior volta possível...
me deixou tonto, sem poder me achar.
Perdido em um piscar de olhos...
preso em um forte laço de contradições , que me fez ser livre
e me  entender como nunca.
O que faltava? O que buscava?
A retórica agora me ilustra e me solta de meus medos e incertezas.
O certo é o hoje...O presente é você... Tão livre como sou...não sei bem o que sou...
quero descobrir , ouvir o que restou..
É meu verso e prosa , é minha valsa....trançado musical , andar angelical.
O mundo girou e me levou ao meu tão quisto destino.
Pintura dos céus , desejos , anseios , asas infinitas , metáfora perfeita.
A ação pela razão , arte pela arte..ser ou não parnasianista... olhar não vinculado a nada..somente me guiando...
E me encontrando.. na margem de qualquer oceano ou praia deserta.
A loucura que provoca..foi feita pra mim...combina em número , grau e gênero...
Constantes solavancos premeditados ou não..pouco entendimento..fácil demonstração.
Veja como quiser...seja como vier...sorria por muito menos...venha ser minha como der!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria