Dê-me

Dê-me seu oi , seu
Sorriso e seu encanto.
Mostra a face sem medo,
Com olhar supremo de
Felicidade.

O bem que trazes a mim,
É a felicidade que realmente
Importa , com as notas mais
Tranqüilas , com um som sem fim.

E atento vou ficar , eu juroo...
Vou te amar pois , neste mar com
Pálpebras , sempre quis morar.

Neste hoje estejas viva e não
Pense em voltar.Jamais volte
Ao passado pois nele, não
Vou estar.

Estou à beira do caminho....
Beira da rua..beira do mar.
E quando em êxtase quiser
Correr...corra!
Dê –me seu adeus com fé e certeza
E pense em mim, quando quiser sonhar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Beijo egípcio

Soneto da alegria