Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

verde-publicado na coletanea (versos verdes) da cbje

Imagem
Sérgio Ribeiro Borsoi Jr
Niterói / RJ
Verde

Criou noite... alegrias.
Verdejantes sintonias.
Fizeram-se notas... melodias
Cantou-se tudo que se
podia.

Verdes foram aqueles
dias quem não lembra,
deveria.

Verdes eram as borboletas,
puras voavam e repousavam.
Verdes sombras que faziam
se tornando obsoletas.

O verde veio pra ficar
E as outras cores cativar.
Do escuro e tarde noite,
Surge o sol a verdejar.

O contador de histórias,publicado nos contos de outono da cbje

Imagem
Diariamente, ao despertar da grande rua,lá estava ele.Sentado,limpando o velho chapéu ou penteando o fino bigode. Antes mesmo do sol se firmar por completo ele já estava cercado por pombos que se alimentavam das migalhas que ele lançava ao chão e pelas crianças que eram saciadas por suas palavras. Para os pais que não o conheciam, ficavam intrigados e querendo saber qual era o segredo para fazer ascrianças esquecerem por alguns momentos as tão famosas brincadeiras e ficarem presas a sua voz. Chamava atenção de longe por seus traços rudes e antigas roupas. Mantinha sempre a personalidade,sempre quieto e dando a impressão de estar todo tempo pensando. Com certeza não era isto que atraía as crianças e sim o que ele tinha diariamente de diferente para contar,algo entre a magnitude da magia de suas histórias ou a forma de as passar. Passavam horas,esqueciam da vida e pareciam com ela não se importar.Ao final de cada fala ele agradecia aos céus como se um propósito tivesse cumprido. No final de…

Destaque no jornal BR LETRAS publicado pelo cbje

Sérgio Ribeiro Borsoi Jr
Niterói / RJ

O contador de histórias


Diariamente, ao despertar da grande rua, lá estava ele, sentado, limpando o velho chapéu ou penteando o fino bigode.
Antes mesmo do sol se firmar por completo ele já estava cercado por pombos que se alimentavam das migalhas que ele lançava ao chão e pelas crianças que eram saciadas por suas palavras.
Os pais que não o conheciam, ficavam intrigados e querendo saber qual era o segredo para fazer as crianças esquecerem por alguns momentos as tão famosas brincadeiras e ficarem presas a sua voz.
Chamava atenção de longe por seus traços rudes e antigas roupas. Mantinha sempre a personalidade mansa, sempre quieto e dando a impressão de estar todo tempo pensando.
Com certeza não era isto que atraía as crianças e sim o que ele tinha diariamente de diferente para contar, algo entre a magnitude da magia de suas histórias ou a forma de as passar.
Passavam horas, esqueciam da vida e pareciam com ela não se importar. Ao final de cada…

Sua presença

Imagem
Sérgio ribeiro Borsoi JrNiterói / RJ


Travado sob meu
próprio olhar. Perante a sombra fria de meu caminhar.
O ardente e impulsivo batimento me fez parar para pensar.
Descompensado e sem palavras;estático, porém deslumbrado agora passei a estar.
Refém do seu balanço e vendo minha calma se perder. perdido realmente fiquei e não queria me encontrar.
Longe de mim,perto de ti. O real morrera e minha fantasia,acabava de se eternizar.